28.3.13

I KEEP WONDERING HOW MANY PEOPLE DO YOU NEED TO BE, BEFORE YOU BECOME YOURSELF

















E costumava ficar fascinada com os blogs de moda, pela capacidade e as possibilidades que a roupa parecia trazer, para ajudar a construir uma personalidade e até várias personagens e a facilidade com que conseguíamos definir uma pessoa pelo estilo.
Era uma óptima fonte de inspiração, e de ideias apesar de que gradualmente essa genuinidade tem vindo a desaparecer, e os blogs são em grande parte um produto em série dos mesmos estilos, das mesmas roupas e das mesmas raparigas e aqueles blogs que eram tão bons, que se tornaram demasiado populares e vieram a tornar-se em fotografias publicitárias sem conteúdo nem sinceridade (cof wish wish wish, cof cof).
Mas ainda admiro as pessoas (The Clothes horseNatalie Off Duty)  que têm essa capacidade de coerência e conseguir fazer sentido das coisas, nomeadamente com a roupa. Eu acho isso mesmo difícil, e por vezes sinto que sou 30 pessoas diferentes num mês, o que pode ser mesmo estranho.
Não tenho medo de juntar peças que não façam qualquer sentido só porque acho interessante, e a minha preocupação raramente é o que as pessoas irão pensar. É um problema de identidade, que me faz perder demasiado tempo todos os dias a olhar para o armário. Alguém partilha do mesmo sentimento, ou sou só eu que vivo neste confusão constante?


E sim este post está-se a tornar um tanto deprimente e reflexivo, mas culpo o tempo que nos estragou uma semana perfeitamente boa de férias, que ia ser dedicada a sessões fotográficas temáticas, com várias bloggers. Estou mesmo triste por este projecto nunca mais ir para a frente devido ao mau tempo que é para lá de persistente.



Translation:

I used to be fascinated with fashion blogs, because they showed me many different ways, one can built up various characters or personalities.
It was a great source of inspiration and ideas though gradually they became less genuine ad most of the blogs we see today are all a small variation of the same person with the same clothes and attitude. Or they have become such a big deal that when you visit their page it’s like you’re on a giant perfume comercial (literal, cof wish wish wish, cof cof cof), working for a bunch of labels instead of representing themselves truthfully.
But there’s people I still admire (The Clothes horse, Natalie Off Duty) that have this capability for consistency and to make sense of things, especially with clothing. I find it really hard, and sometimes feel like I'm 30 different people in one month, which can be very strange for me.
I’m not afraid to join pieces that make no sense just because I find it interesting, and my concern is rarely what people will think. It's an identity problem, which makes me lose too much time every day looking at my closet in a confuse state.














12 comentários:

Ana, Playground Love disse...

Não, não és só tu ahah e percebo perfeitamente o que queres dizer. A Rebecca (the clothes horse), foi dos primeiros blogs que conheci e ainda hoje continua a ser dos que admiro. Hoje em dia parece que tudo é mais do mesmo e toda a gente a seguir as tendências, só porque são tendência. Sinceramente, não estou para aí virada. Uso as saias cintadas e estilo 50's porque é aquilo que mais me favorece e não porque está na moda, e dificilmente deixarei de usar, por muito que a vogue possa dizer que está "Out". sinceramente, i dont care. E se num dia me sinto pin up, qual dona de casa anos 50, no outro posso sentir me muito mais "minimal" e querer vestir algo simples e despreocupado. Por isso é que é tão difícil para mim definir o meu "estilo", porque parece que não tenho um bem definido. Acho que ainda estou a tentar descobrir isso ahah

Bárbara disse...

Gostei muito das fotos, estão lindas :)
Adorei tanto o vosso blog! Vou já seguir! Beijinhos*

Nancy Wilde disse...

Gosto tanto desse casaco! Eu também não me consigo limitar só a um registo de estilo pessoal... é consoante o meu mood, julgo. Há-que ser ecléctico!

Carolina Santiago disse...

Vir ao vosso blog é tipo entrar num universo paralelo :3 Adoro sempre tudo....

Beijinhos,
♥ http://theheavenrose.blogspot.pt/
♥ https://www.facebook.com/TheHeavenRose

Whatsername disse...

Também tenho dias assim, mas como o meu estilo é mais clássico normalmente é mais dificil fazer isso e funcionar. Mas adoro os vossos conjuntos, apesar de serem conjuntos que eu não pensaria fazer a verdade é que o resultado final é muito bom, a roupa, apesar de diferente, funciona no conjunto!

Alexandra disse...

Começo a pensar que a minha mãe tem que ler certos blogues com certa urgência, alguém lhe diga que a minha alma de artista precisa de pegar na primeira saia mullet e na primeira camisola de lã para se sentir uma nova pessoa e inventar algo, alguém lhe diga que não faz mal nenhum inovar e as pessoas olharem para nós de lado se nos sentirmos felizes e nos pudermos inventar a cada dia que passa. Obrigada pelas palavras e pelas fotografias que me deixaram a sonhar com uma nova história. Pura e simplesmente obrigada! :)
Sorrisos,
Alexandra :)

Passa nos meus cantinhos.
http://diariodumanovata.blogspot.pt/
https://www.facebook.com/pages/Diario-de-uma-novata/172176502933968/

Vintage Reflection disse...

Such lovely photos. I love that coat and bag, great classic style! x

Marlen disse...

I love Natalie off Duty! And I guess a lot of blogs do cross over and start working for the brands, but I think a lot of the girls do a good job balancing that. And I love your look here- it's so classic. I feel like i'd see you in a movie from the 50s

xo Marlen
Messages on a Napkin

João Pinho disse...

De facto, é um facto. Esquivando-me da redundância, eu tendo a acordar diferente diariamente, como se um novo ego sobressaltado viesse visitar-me do além. Inspiração, tem sido escassa, a massificação arruinou tudo isso, há indivíduos mais elevados, que sim, projetam e pensam fora da caixa, e estão a anos luz de distância em termos de ideias, e do que esta por escrever, criar, ou inventar. Há que alimentar e não banalizar nem poluir o que já está suficientemente explorado, só isso. E aguardar intermitentemente que a inspiração caia aos trambolhões (ou não).

Inês Vasconcelos disse...

Adorei as fotografias, lindas!!

http://catchmylook.blogspot.pt/

Ivânia Diamond by Ivânia Santos disse...

"Não tenho medo de juntar peças que não façam qualquer sentido só porque acho interessante, e a minha preocupação raramente é o que as pessoas irão pensar." soa-me bem e é-me familiar! :)

Continuem com as boas fotos!

beijinho*
IV


riotdontdiet disse...

aquela foto tua em cima do banco, esta brutal, parece que tem dezenas de anos. adorei!

e nop, eu tb vivo nessa confusao constante!

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Hostgator promo codes