21.8.13

SHORT SKIRTS, WHY GIRLS SHOULD WEAR THEM





  




Tenho vindo a adiar escrever este post á vários dias, porque sempre que dou por mim a escrever acabo por apagar tudo. Comprei esta saia a semana passada, um número acima do meu porque o meu tamanho era demasiado curto e não é a primeira vez que eu faço este tipo de coisas, no entanto quando a apertei ela ficou praticamente do tamanho daquela que eu me recusei a comprar e acabei a sentir-me tão mal com isso que senti que devia utilizar calções por baixo, apesar de não se ver nada.
É mesmo muito difícil expressar por palavras o poder que a roupa pode ter na vossa vida e a forma como ela pode mudar a maneira como os outros nos vêem.  
Eu sinto-me oprimida por mim mesma a não usar determinadas coisas simplesmente pelo tipo de atenção que irá atrair apesar de gostar das coisas, e é uma noção muito negativa que surge do facto de eu como mulher não me sentir segura e livre para vestir o que quiser na rua.
A selecção de roupa, com base neste princípio, é algo que a maior parte de nós faz de forma inconsciente porque nos é incutida a noção de que nos devemos comportar e vestir assim, para que nada de mal aconteça. Ou seja, se formos violadas, a culpa é nossa, porque nos vestimos de forma demasiado provocadora, ou caminhamos de forma demasiado sexy, ou falamos demasiado alto, ou olhamos para um homem de forma errada.
Tenho a certeza que respirar também seria incluído nesta lista se suspirássemos demasiado.

Apercebi-me disto muito recentemente e fiquei furiosa porque é algo que controla a nossa vida, toma conta das nossas decisões diárias e é um receio que existe constantemente connosco. Está tão enraizado na nossa forma de ser que nem nos apercebemos, porque ouvimos isto desde crianças, somos educadas a pensar desta forma e é um padrão normal da nossa sociedade.
Nunca ninguém se lembrou de ensinar os homens a respeitar as mulheres, independentemente de quem são, de como se vestem, da idade ou do que fazem da vida? Porque seria muito mais fácil se partíssemos deste simples princípio.

Toda a gente julga as raparigas que saem á noite, com demasiada maquilhagem, grandes tacões e roupa minúscula. Dizem que só querem uma coisa e eu concordo: assumir controlo da sua própria vida, que caso não tenham reparado, nos pertence.
Temos direito a querer divertir-nos, seja dançar, beber ou estar com outra pessoa sem que nos julguem por sermos humanos, termos necessidades e emoções.
E é esta distinção entre homens e mulheres que se torna perigosa, porque somos diferentes mas merecemos ser respeitados de forma igual e o que vale para um também devia valer para outro, sem julgamentos de valor.

Eu uso mini saia porque gosto e me apetece, não é para chamar a atenção de ninguém, é porque me sinto bem dessa forma e/ou vai de acordo com o meu humor nesse dia, porque gosto muito de roupa independentemente da ideia de fútil que lhe é atribuída, é uma forma de expressão tão válida como qualquer outra.









I’ve been trying to write this post for several days now, but end up deleting everything I write because I really wanted to do this right. I bought this skirt a size to big the other day, just because my actual size was too short, and it’s not the first time I do this kind of thing. I felt quite distraught after sewing the skirt to fit my waist because it ended up to a size quite similar to the one I refused to buy for being to short.

Sometimes I feel that I oppress myself with so many damn rules, for the kind of attention some clothes might attract, and it’s a very negative notion knowing I can’t feel safe wearing what I want just because I’m a woman. We are taught to act, think a dress a certain way so that nothing bad will happen to us, which pretty much says that if we are rapped is our fault for acting or dressing a certain way.

Only recently did I realise how deep this affected my life, my daily actions and how much woman live in a constant state of fear, just for being themselves. Instead of repressing the heck out of us, no one ever though to simply teach men to respect woman, no matter what they are wearing, who they are, their age or what they do for a living. It would have been much simpler this way.

Everyone judges women for going out at night with too much make up, big high heels, and provocative clothes. They say they only want one thing, and I agree: taking control over their own lives, wich in case you haven’t noticed, kinda belongs to us.

We have the right to have fun, dance drink and being with someone without any judgement because just like men we are HUMAN BEINGS, and have emotions and needs. We should be respected equaly, ad what goes for men should also go for women, without these stupid double standards.
I wear a mini skirt because I like it, and feel like doing so. It’s not to call on anyone’s attention, it’s just becase I feel good this way and/or goes along with my mood that day. Also because I love clothes, and even though is considered as shallow, I feel like it’s a valid form of expression, just like any other.














16 comentários:

Patrícia M. disse...

A concordar com absolutamente tudo o que escreveste! Então o último parágrafo devia andar escrito na minha testa todos os dias, podia ser que assim meio mundo o compreendesse!
De qualquer forma, a saia é definitivamente muito muito gira, e não tão curta assim.. E adorei o toque quase vintage que os sapatos lhe deram!

<3
http://zazzish.blogspot.pt/

blackbunnyy disse...

Embora tenhas falado tão bem e muita gente tenha o mesmo pensamento, a sociedade não vai mudar e vai continuar haver muita evil people infelizmente : ( Mas uma coisa é certa, espero que este tipo de pensamento chegue a muita mulher e que quebre alguns dos seus complexos de forma a conseguir se libertar e usar aquilo que realmente goste sem qualquer receio, porque a vida é nossa e há que mostrar quem realmente somos e não passarmos uma vida inteira escondidos só porque as pessoas há nossa voltam acham que seja o ideal e o correcto para nós : )

bjinhos e usa e abusa dessa saia porque é fantástica e fica-te muito bem!!
lovelyseventyone.blogspot.pt

riotdontdiet disse...

grande texto, disseste tudo agora..

quanto aos olhares indesejados, olha que nao é so nos homens, as mulheres sao as primeiras a olhar e julgar.
e eu infelizmente confesso que nao uso peças que gosto, exactamente por isso.. :/


anyway, gosto mt de te ver com essa saia, e nem acho que seja curta! <3

ritzz disse...

a saia é muito bonita!
âs vezes também me sinto mal ao andar com certas saias e vestidos e acabo mesmo por usar calções...

xoxo, Ana
run-your-world.blogspot.pt

Joana Sousa disse...

Palmas. Mais nada :)

Já passei por isso...mas disse um "fuck off" mental a quem se punha com esses comentários e olha, é mini saia quando quero e me apetece. E se há bocas, pergunto se estou a incomodar ;)

E a saia é muito gira e não é nada curta demais! *

Bárbara Vitamina disse...

Concordo com tudo o que disseste! E penso que a mentalidade tem vindo a melhorar em certos aspetos e espero que os que referiste estejam melhorados no futuro... Entretanto, a mini saia fica-te muito bem e não mostra nada :p

The Braided Bandit disse...

Love the photos the outfit is perfect! I do the same thing an sometimes size up to make things longer, not as form fitting, etc. Well written too!
Hope you're having a wonderful day,
xo Hannah

thebraidedbandit.blogspot.com
thebraidedbandit.etsy.com

Ana Rita Moreira disse...

Adoro o ar retro do look e das fotos.
Quanto ao resto acho que nos devemos abstrair, focarmo-nos em nós e vestirmos aquilo que realmente gostamos. Os gostos nunca serão iguais (e ainda bem, porque se não iria ser uma monotonia) e vão existir sempre críticas, por isso quem não gostar temos pena!! ;)

R de Rita

Raquel Caldevilla disse...

:)

Mariana disse...

Concordo tanto contigo, não diria melhor!
As fotografias estão amorosas :)
Posso dar um conselho? Quando comentamos aqui no blog aparece um verificador de palavras que acaba por ser um pouco desagradável :( para o tirarem basta ir a: painel do blogger - definições - mensagens e comentários - «Mostrar confirmação de palavras?» - não. Muitas bloggers não sabem que têm isso ativado por isso aqui fica a dica :)

Joana Santos disse...

Primeiro de tudo adorei as fotos e a tua saia :P
E em segundo concordo plenamente, dou comigo sempre a pensar no que os outros vão pensar se sair com uma determinada peça a rua, principalmente quando se trata de peças mais curtas! :x

xoxo

melody disse...

Clap clap clap!

Concordo contigo. Mas também há que ter em conta que há formas e formas de vestir. Essa tua saia é normalissima e assenta-te perfeitamente, sem dar um ar de quem esta a provocar! Mas claro, temos sempre a sensação que é demais e que vamos sentir aqueles olhares a queimarem-nos as pernas. Mas também há que ter em conta que as vezes há saias e calções que combinados com isto ou com aquilo se tornam demasiado provocadores.

MintJulep disse...

Interessante ler este teu desabafo. SOmos de gerações radicalmente diferentes - devo ter mais 20 anos que tu - e no entanto essas preocupações nunca me passaram pela cabeça quando tinha a tua idade. Usava e abusava de minis e de calções minusculos, e na minha fase mais Madonna saía á rua de soutiã de rendas. Nunca pensava no que me poderia acontecer, porque partia do principio que não havia nada a temer - ingénua much? talvez... - e quando saía á noite fazia o que queria, com quem queria, onde queria, if u get my point. NUNCA tive problemas de espécie alguma a não ser um dia, duas da tarde, a subir a rua do ALecrim em direcção á minha fac, de calças de ganga e ténis, muito grunge com uma camisa xadrez largueirona e um tipo dos seus 50 anos, muito maltrapilho e a feder a alcool tenta arrastar-me para um descampado - onde há agora um condominio fechado - sabe-se lá com que intenções. Se não fosse um professor meu que acabava de estacionar o carro e me socorreu sei lá o que se passaria. Mas não estava de saltos, nem de mini saia, nem de roupas justas, pelo contrário... o que só vem provar que a verade é éssa: eduquem-se os homens - e tb as mulheres, há que dizê-lo, são as primeiras a atirar pequenas pedras - a respeitar a liberdade de cada um. E essa liberdade inclui vestirmo-nos como quisermos.
http://fashionfauxpas-mintjulep.blogspot.com

Rachel Sullivan disse...

Amen, girl! Own that short skirt.

Rachel

Habitat Parisien disse...

Hi there!! I didn't know about your blog and it is so so cool! Would you like to follow eachother? I'm following you now? :)

www.hapitatparisien.blogspot.fr

Isa Machado disse...

Concordo inteiramente! E adoro mini saias! ;)

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Hostgator promo codes